CRISTO EM NÓS PARA QUE O MUNDO CREIA

Posted by Luiz Carlos Dalbem on 10:28
 João 17:21

INTRODUÇÃO – A vida do cristão é Cristo. Somente aqueles que estão enxertados em Cristo possuem a vida de Deus e entendem o seu propósito. A vida espiritual emana dele – somente dele.   (Cl 3:4)."

1. Como podemos viver uma vida triunfante e cheia do Espírito Santo?Reflita sinceramente nas colocações que faço a seguir: 
A. Alguns cristãos acham que se resolverem a questão do mau gênio, então serão santos e muito usados por Deus (não que o mau gênio não deva ser trabalhado, pois o espírito Santo nos transforma).
B. Muitos procuram ser gentis e educados com todos, pois acham que esse é o caminho para se ter uma vida vitoriosa (é importante ter um relacionamento gentil, mas é preciso mais).
C. Outros decidem pela leitura da Bíblia, lendo-a duas ou três vezes por ano; oram de madrugada, vivem uma vida piedosa e procuram ser doutrinalmente corretos (isso é bom, mas precisamos de algo mais).
D. Ainda existe outro grupo que advoga a ideia de matar o ego, vencer a carne e o mundo e, assim, conseguirão sucesso espiritual (um bom caminho, estamos quase chegando lá).
- Não quero desapontar a quem quer que seja, mas o que acabo de citar não nos conduzirão ao grande propósito: Conquistar cidades e nações para Cristo. 
As ações mencionadas fazem parte da manutenção da vida espiritual e nos fortalecem na fé. Mas só o Espírito de Cristo produz vida de Deus. Para que o mundo creia precisamos viver o estilo de vida do céu. E isso só é possível se Cristo viver em nós, somos uma carta aberta.
2 - Nós somos a Bíblia que o mundo lê.
Não basta dar uma melhorada em nosso estilo de vida, decorar alguns versículos da Bíblia, fazer um curso bíblico e "pronto"! – O mundo está morto e precisa viver – é como o vale dos ossos secos de Ezequiel 37. Só o Espírito Santo pode convencer o mundo do seu pecado, transformar vidas e ressuscitá-las.  Hoje a grande preocupação é ajuntar pessoas, pois os números impressionam. Temos "megas" igrejas em nossas cidades, mas não tem havido transformação proporcionalmente falando. O que está acontecendo? Está faltando vida de Deus. Muitos vão aos encontros com deus, mas não permanecem na igreja.
3 - Cristo vivendo em nós é esperança para o mundo.
Paulo declara: "Quando Cristo, que é a sua vida, for manifestado, então vocês também serão manifestados (Cl 3:4)."  Então, vida vitoriosa, plena e frutífera é o próprio Cristo vivendo em nós. Fora de Cristo não temos nada. "Sem mim nada podeis fazer (Jo 15:15)."   Em Cl 1:18 o Ap. Paulo diz que Cristo deve ter a supremacia, ou ser o primeiro em todas as coisas. Então, sucesso espiritual não é o possuir alguma coisa de Cristo em nós. Ex: paciência, amor, poder, etc. Mas é o Cristo "vivo", vivendo, agindo e se expressando através de nós. Não temos falta de fé, de visão, de boas estratégias, temos falta de uma pessoa viva habitando em nós. (Fp 4:13)."Paulo realizava coisas incríveis, mas revela o seu segredo: "Não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo, vivo-a pela fé no Filho de Deus (Gl2:20)."    Falta de amor, de humildade, de alegria, de obediência e espirito de rebeldia é falta de Cristo. Estamos cheios de vaidade e, consequentemente, vazios de Cristo, e muitas vezes não passamos de religiosos como eram os fariseus.
4 - O plano de Deus é que transportemos o seu Filho dentro de nós.
O propósito de Deus sempre foi introduzir seu Filho para dentro de nós, e, desta forma, comunicar-se com o mundo. Fomos predestinados, desde a eternidade a termos a mesma imagem do Filho de Deus e obediente a sua voz. Onde estiver um Filho de Deus, ali Deus está presente.
Jesus sempre deu a entender que iria para o Pai, mas iria se reproduzir em milhares de pessoas como Ele. Se ainda não podemos dizer: Cristo vive em mim, ainda não entendemos o propósito. Ainda não entendemos o que é ser santo, propriedade exclusiva de Deus.
Santidade é Cristo primeiro, Cristo no centro. Cristo em nós, este é o plano. É Cristo salvando, Cristo curando, Cristo libertando e Cristo amando a todos através de nós da nossa vida. Temos que produzir frutos.
Se Deus apenas nos concedesse poder, seríamos pessoas poderosas e não seria Cristo tendo a preeminência em nossas vidas.
 Jesus liberta, promove paz, desoprime pessoas, santifica, cura e salva, quebra os grilhões da maldade, vence o diabo, destrói os governos que operam nas regiões celestes e voltará para galardoar os fiéis.
O Ap. Paulo, quando teve este entendimento, disse aos Coríntios: "Decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo" (1 Co 2:2).
5 - Fora de Cristo não existe nada verdadeiro. Fora de Cristo todo poder é artificial ou forjado.   O propósito de Deus então não é tornar-nos poderosos. Ele quer ser o poder em nós.    O poder de Cristo não apenas junta multidões, mas transforma vidas. Muitas igrejas estão cheias de pessoas vazias, e por serem vazias, são estéreis. Mais de noventa por cento dos chamados "crentes" não ganham almas para Cristo e podem se transformar em problemas, em críticos e inimigos dos pastores. São insensíveis, não amam aos perdidos, não exercem misericórdia pelos excluídos, não choram....
Temos igrejas tão bem organizadas e aparelhadas que têm a tendência a achar que independem do Espírito Santo para funcionar. São verdadeiras máquinas programadas para ajuntar pessoas (Podemos ter igrejas bem aparelhadas e até devemos ter), mas Deus nos uniu a Cristo pelo seu Espírito, para sermos um corpo com Ele – novas criaturas – para produzirmos outras pessoas como nós (formando Cristo em cada criatura) e, desta forma, os verdadeiros filhos de Deus são manifestados ao mundo.
Todo aquele que é nascido de Deus não pratica o pecado, porque a semente de Deus permanece nele; ele não pode estar no pecado, porque é nascido de Deus. Desta forma sabemos quem são os filhos de Deus e quem são os filhos do diabo: quem não pratica a justiça não procede de Deus; e também quem não ama seu irmão (1 Jo 3:9,10). Vamos aceitar estas verdades dentro do coração. creia
Reações: