RESTAURANDO PORTAS EM NOSSAS VIDAS

Posted by Luiz Carlos Dalbem on 14:49

Agradecemos pelas 600+ visualizações!

Restaurando as Portas do templo de  Israel em nossa vida

  NEEMIAS 9:10, 11



Israel representa o relógio de Deus na Terra. De acordo com o calendário judaico, nos próximos dias entraremos em uma temporada muito importante para a Igreja e quanto mais aprendermos sobre Israel, mais aprenderemos sobre nós mesmos. O povo judeu sempre foi odiado e perseguido, mas continua sendo a menina dos olhos de Deus, e as festas que se aproximam anunciam que a vinda de Cristo está próxima. 
Em setembro teremos:

Rosh Hashaná (Festa das Trombetas, anunciando a vinda de Yeshua Hamashia e a chegada do Reino de Deus).
Dez dias de arrependimento, buscando a morte do velho homem e das próprias vontades para que a vontade de Deus prevaleça.
Yom Kipur (dias para lembrarmos o preço que Cristo pagou na Cruz do Calvário).
Festa dos Tabernáculos (Celebraremos Emanuel, Deus conosco, habitando no meio do Seu povo. Na presença de Deus há plenitude de louvor e alegria).

A CERTEZA DA SALVAÇÃO TRAZ AO VERDADEIRO CRISTÃO, MUITA ALEGRIA, MESMO EM TEMPOS DIFÍCEIS.

Somos Jerusalém e Sião é o nosso coração

"Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida."  Provérbios 4:23
Nosso coração é o lugar especial de onde fluem as coisas de Deus. O Monte Sião representa nosso coração. Se analisarmos a história da Terra, veremos que nunca houve tanta guerra em um lugar como em Sião. Deus nos ama e o diabo nos odeia, e embora não percebamos, há uma constante guerra por nosso coração, que não é apenas um órgão vital, mas nosso homem interior. Por isso, guardá-lo em portas e muros é fundamental porque se o inimigo de nossas almas alcançar nosso coração  alcançará vitória e seremos destruídos.

 Quando o muro de Israel foi derrubado, tudo foi roubado,

 Mas o Senhor traz hoje uma proteção especial para nosso coração, para sermos santos e vivermos milagres. Muros e portas serão restaurados e colocados em seu devido lugar.

Quando Neemias soube que os muros de Israel estavam destruídos, chorou, mas se levantou com armas para guerrear e restaurar a cidade. Somos povo santo e escolhido e em nossas mãos também há armas para guerrearmos por tudo o que é nosso e para restaurarmos o que está destruído em nossa vida. Na visão que o apostolo Sinomar  teve, é o momento exato da restauração das portas em nossa igreja e no ministério, para que venha sobre nós a Gloria do grande Deus, para que haja uma edificação correta em todas as áreas de nossa vida espiritual.

As Portas de Jerusalém

Foram doze as portas restauradas em Israel e cada uma delas representa profeticamente, o que é preciso ser restaurada em nosso coração.  Quando não temos portas e muros de proteção, nosso homem interior é contaminado por serpentes. Deus é estratégico e as portas foram restauradas numa ordem, respeitando um processo.

 

 Em nossa vida, também acontece o mesmo: há passos estabelecidos e projetos claros, não sendo possível pularmos etapas para vivermos a plenitude de Cristo.

 

Restaurar as portas de Jerusalém em nossa vida significa que estamos colocando Cristo no lugar em que é devido,

 

 Ou  seja, sendo o centro e cabeça da Igreja e de tudo. Se reconhecermos que sem Cristo nada podemos fazer e tivermos fundamentado em nossa vida o Reino, a Palavra e o Rei Jesus, e se estas verdades absolutas estiverem protegidas, não haverá mais limites ou fracassos.

 

Todas as doze portas representam o governo de Cristo em nossa vida.

Quando ele é edificado, o que não lhe pertence é lançado fora. Se Cristo é verdade em nossa vida, sempre teremos algo novo dele para compartilhar, e algo velho para jogar fora.   O projeto de Deus na restauração das portas começou com Neemias. Todas elas são Jesus.


Vejamos quais são essas portas e o que representam em nossa vida.

1 –Restaurando  Porta das Ovelhas.  ((porta dos milagres))   Neemias 9:10 e 11

"Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que eu sou a porta das ovelhas." João 10:7

Foi a única porta restaurada pela família sacerdotal. Era o único acesso ao templo. Representa o lugar de esperança porque lá, havia o tanque de Betesda.


Pelo sacrifício, temos acesso ao Pai. Morremos para viver.

De todas as portas, é a única que não possuía tranca, o que permite que qualquer um possa entrar. Representa Jesus como a porta do nosso coração, que sem tranca pode ser contaminado por qualquer coisa. Ele nos ensina a morrer todo dia, crucificar desejos e segui-lo.

Pensamentos impuros nos fazem esquecer quem somos.

Em qualquer hora ou lugar, que sempre seja feita a vontade do Pai e não a nossa. Em   João 5 fala do milagre de um homem que estava ali 38 anos esperando a cura. E foi possível através de Jesus. Os milagres precisam acontecer, pois Jesus não mudou.

 

2 –Restaurando a  Porta do Peixe (multiplicação)  Neemias  9:23    

Também conhecida como a porta de Damasco, representa crescimento e multiplicação; relacionamento com Deus e com o próximo; multiplicação de talentos. Era o lugar de onde os judeus saíam para pescar e trazer recursos e sustento. Hoje, o que nos faz multiplicar é ir ao mundo pescar homens e conduzi-los  a Cristo.

"E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens." Mateus 4:19 As célula, pequenos grupos que se reúnem nas casas, desde que regado com orações, contribuem em muito, NA GRANDE PESCARIA.

 

 

3 – Restaurando  a Porta Velha   (porta da alegria)  Neemias  8:10

"Portanto, o que desde o princípio ouvistes permaneça em vós. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também permanecereis no Filho e no Pai." 1 João 2:24


É a porta que nos leva de volta aos planos do Pai,

ao retorno dos valores bíblicos. Embora sejamos  nova criatura, ainda há coisas velhas que precisam ser lançadas fora. Os valores devem ser estabelecidos em nossa vida, nos fazendo refletir sobre o que ainda há de errado para agirmos e vivermos a mudança necessária. O retorno traz alegria, isto é, o retorno para princípios sadios. Leia  Jeremias 3:17


4 –Restaurando a  Porta do Vale  (adoração profética)  Neemias  9:6ª8

Nos montes recebemos revelações e no vale encontramos nossa realidade. Por essa porta, saíam os esgotos de Jerusalém. Representa tratamento e purificação. Faz-nos olhar para os valores antigos. Depois de estabelecermos a porta velha, precisamos estabelecer a porta do vale. Todo mundo passa pelo deserto para jogar o lixo fora. Precisamos de atitude para Deus agir. Tudo o que devemos fazer, Ele não fará, mas o que não conseguirmos, Ele moverá céus e terra a nosso favor. Joel fala sobre a igreja do novo testamento.

 


5 –Restaurando a  Porta do Monturo  (santificação)    Neemias 8:13

 "Mas vós sois dele, em Jesus Cristo, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção;" 1 Coríntios 1:30

Estamos em processo e quando descobrimos nossos erros e nos dispomos, Jesus nos purifica. O Espírito Santo é o único que pode nos limpar e tirar  o que nos faz mal. Somos vulneráveis porque temos aflições, medo, ira. O velho homem e todos esses lixos devem ser lançados fora.

 


6 – Restaurando a Porta da Fonte  (Unidade do povo)  Neemias 4: 19  ; 8:1 salmo 133

Cristo, por meio do Espírito Santo, é fonte de vida em nós. Essa porta era a única entrada de águas para Jerusalém. As águas entravam e o povo dependia totalmente dela, confiando que era pura, pois não tinha outra para beber. Também temos que ter total dependência das águas do Espírito. É o local para sermos cheios de Deus e nos tornarmos pessoas com um coração segundo Ele.

 

Aqui nos direciona a UNIDADE DO POVO DE DEUS. Todos bebendo da mesma água, unidos e alegres. Beber da mesma água é estar juntos na  congregação  ouvindo a mesma palavra, falando a mesma língua.


7 –Restaurando a  Porta das Águas   (arrependimento)   Neemias 9: 1 e 2

Toda palavra que sai da boca e do trono de Deus não volta vazia.   Isaías 55:11

Toda palavra Rhema santifica e purifica a Igreja gloriosa, para que ela fique sem mácula e sem ruga.  1 João 5:4-6

Sem restaurar a porta da fonte, não teremos testemunho.

 

Restaurando o tempo com a Palavra, qualquer verso produz algo eterno que nunca volta vazia.

A porta das águas é representada por dois símbolos: sangue e água. O sangue é a redenção, o perdão dos pecados, nos tira da prisão, da escravidão, do pecado. A água diz respeito à santificação para sermos semelhantes a Cristo. É o trabalhar de Deus para parecermos com Ele. Quando a Palavra entra, nos transformamos e nos fortalecemos andando sobrenaturalmente. Águas fluem daqueles que entram no mover do Espírito. Eles recebem e dão renovação do Espírito, e não seguem sendo apenas um cumpridor de tradições.

 

8 –Restaurando  a  Porta dos Cavalos    (Guerra Espiritual)     Neemias  4:13 e 14           

Representa o lugar de lutar as guerras de Deus, defender a Igreja e o reino e só quem é parecido com Ele pode fazer isso. É importante sabermos quem é, por que nascemos e para onde iremos, para guerrearmos e vermos a glória de Deus se manifestar em nossa vida. Nas guerras usam-se cavalos e cavaleiros, em busca da vitoria.

 Nossas lutas não são contra questões pessoais, mas contra as ciladas feitas à Igreja ( Povo). A luta é para que o governo de Cristo seja estabelecido na Terra. Nada pode nos impedir de viver os planos de Deus, fazer e manifestar Sua obra.

 

A guerra de Deus é nossa guerra.

Não devemos julgar a Igreja, mas defendê-la para que os planos de Deus sejam estabelecidos. Jeremias 12:5  O diabo continua fazendo a cabeça dos crentes desavisados e os leva a rebeldia e divisão de igreja, e isto chamamos de veneno do diabo injetado no sangue de Crentes fracos.


9 – Restaurando  a  Porta da Guarda  (Relacionamentos

Neemias  8 :12   Apocalipse 3:11 

Devemos restaurar na vida a proteção dos valores de Deus, e sempre vigiarmos para não cairmos em tentação, pois a carne é fraca. Guardemos a Palavra, os ensinos e tudo o que Deus tem nos dado.

 

 Nosso relacionamento com Deus deve ser prioritário e em seguida o relacionamento com os irmãos.

"Inclinei o meu coração a guardar os teus estatutos, para sempre, até ao fim." Salmos 119:112

 

10 – Restaurando a Porta de Efraim  (prosperidade)  Esdras 6:14

Deus nos ama e receberemos bênçãos extraordinárias. Devemos carregar a certeza de que Ele nos ama sem se preocupar com a opinião alheia. É o tempo de frutificarmos porque Deus está conosco.

 

 A frutificação prometida ao povo engloba a vida espiritual e material, através da  obediência a  palavra.

 


11 – Restaurando a  Porta do Cárcere ( restauração da Alma)   Neemias 2:17, 18

Era a porta do cárcere, da prisão subterrânea por onde os detidos saíam para caminhar e tomar sol. O profeta Jeremias também ficou preso, e muitos de nós também ficamos presos em cadeia e prisões. Por esta porta, temos a libertação e a cura interior. 

 

Há quem esteja sempre prisioneiro de algo.

Jesus representa todas as portas, mas muitos, após receberem  bênçãos, se perdem e se colocam novamente debaixo do jugo de escravidão Entra a vaidade, tudo que conquista sobe  na cabeça, entra o orgulho e sempre e pensando em ser melhor que os outros. . Não podemos esquecer que somos filhos de Deus e livres para vivermos Nele.  Gálatas 5:1

 

12 – Restaurando a  Porta do Ouro  (amor fraterno)  Neemias  1:2 a 4

Conhecida como porta do Oriente representa nosso destino profético e o lugar de afirmar a promessa de que Jesus voltará. Nascemos para a glória Dele e viveremos a eternidade com Ele. Fizeram e fazem de tudo para que isso não aconteça, mas um dia estaremos  junto Dele.

 

 Aqui demonstra uma unidade fraternal, todos juntos como foi na restauração do templo de Jerusalém.

 

Nesses dias, há passos para serem trabalhados. Chegou o tempo em que morte nenhuma nos impedirá de entrar no lugar santo. Levantemos-nos como Neemias, cessando as lamentações e restaurando muros e portas de nosso coração.

 

Sigamos firmes porque Deus é conosco! Tenha a natureza da águia, voe alto, não  tenha medo das tempestades, esteja sempre se restaurando e renovando.

 

MARANATA,  ORA VEM SENHOR JESUS

 

 

Reações: