O CRISTÃO PRECISA SER ADORADOR

Posted by Luiz Carlos Dalbem on 13:12

Parte superior do formulário
O CRISTÃO PRECISA SER  ADORADOR       João 4:23 e 24
"Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade;
Hoje em dia, muitas pessoas dizem adorar a Deus. Porém, o estilo de vida delas reflete fielmente tal alegação? Adorador não são simplesmente os músicos da Igreja, contudo com os instrumentos e vozes, levam os demais (toda igreja) a abrir o coração para que  Deus receba nossa oferta de adoração.
Precisamos entender que o nosso comportamento revela a nossa fé. Aliás, nos tornamos semelhantes àquilo que admiramos (Sl.115:8). A maneira como agimos hoje mostra o que desejamos para o nosso amanhã. Portanto, submetamos todo o nosso pensamento ao Senhorio de Cristo!Antes de levarmos ao trono de Deus a nossa adoração, temos que consertarmos com Deus e com nosso irmão, não seja religiosos.Para 2014, entre com o propósito de excluir a religião de sua vida, mas ativar sua comunhão com Deus. (2ºCo.10:5)

Quais são as nossas PRIORIDADES?
Lembremo-nos que elas definem o nosso FOCO, o qual, por sua vez, determina a nossa CONDUTA. Na adoração meu coração precisa estar voltado para Deus e não para meus problemas pessoais. MT22:37ª39
O adorador busca agradar a Deus.
Se esta não for a realidade, o indivíduo pode ser qualquer coisa, menos um cristão autêntico. Observemos as palavras do Salvador:   "E por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?" (Lc.6:46)
Aquele que ama a Jesus preza pelas Palavras do Mestre" (Jo.14:23,24)
Sempre anda em obediência e fidelidade e ensinamos nossos filhos a fazer o mesmo. Criar filhos com caráter de Cristo é nossa missão, pois os filhos são herança do Senhor. O comportamento dos filhos na Igreja reflete o tipo de educação espiritual que recém em casa.
Quando desejamos a Deus de todo o nosso coração, somos aperfeiçoados e abandonamos a prática de tudo aquilo que entristece ao Altíssimo. Não ficamos reprisando os mesmos erros. I João 3:6
No momento da fraqueza, o cristão sabe a Quem recorrer" (Hb.2:17-18)     " (Hb.4:14-16)
O "religioso" luta contra o pecado por medo de ir para o inferno. Todavia, como a motivação está equivocada, a guerra não dura muito tempo. Ao enfrentar o fogo da tentação, ele cede ao pecado, e ai sai do propósito..  Em contrapartida, o cristão batalha contra a carnalidade (tudo aquilo que não agrada a Deus) pelo fato de não suportar a possibilidade de viver sem a Presença do Pai. Ainda que tropece, não permanece prostrado, pois recebe do Altíssimo o auxílio necessário para continuar na caminhada como fiel ao Senhor.SL 37:23 e 24
LEMBRANDO QUE: Não existe desviados da igreja ou da vida espiritual. São os que chamamos de ' FORA DO PROPOSITO ", pois o propósito de Deus é a salvação de todo ser humano. DEUS VOS ABENÇOE E QUE 2014, SEJA O  ano da restauração

Parte inferior do formulário



Reações:
Categories: