AS DROGAS, O ÁLCOOL E A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA (Mês de maio/Mês do lar)

Posted by Boasnerges G. on 13:36

AS DROGAS, O ÁLCOOL  

E A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA  



Não adianta negar: uma qualidade de vida familiar é um dos fortes fatores que dita o comportamento futuro do jovem em relação às drogas. Estudos realizados pela Universidade de Michigan, nos EUA, com 70 mil jovens e 23 mil pais, apontam para a importância da família na questão da prevenção às drogas. Segundo os estudos, quais são as atitudes, dentro do cotidiano familiar, que devem ser valorizadas e que ajudarão os jovens a se distanciarem das drogas? Veja com atenção:


Convivência
Pais que valorizam a convivência estão imunizando os filhos contra as drogas. Convivência significa participar da vida dos filhos. Isso inclui passeios, , viagens, às vezes um lanche com cada um dos filhos. A convivência reforça as relações familiares. Pai ausente, mesmo estando vivendo debaixo do mesmo teto, contribui para tragédias na vida emocional dos filhos e da família. Prov. 22:6

Agregação
É importante que o ambiente familiar seja atrativo e aconchegante. "Pertencer a uma família", esse deve ser o sentimento que os filhos devem ter para que sejam menos vulneráveis às influências negativas. Prov. 19:7

Diálogo
Famílias onde o diálogo é valorizado, onde a conversa informal sobre qualquer tema é uma rotina na relação pais e filhos, têm muito mais chance de ver os filhos longe das drogas, e bebidas com álcool. Pai que leva bebidas com álcool para casa é irresponsável Prov. 20:1.

Informação
Pais que conversam com os filhos sobre drogas, que falam de maneira amiga e sincera sobre os efeitos e riscos do uso de drogas, estão dando grandes passos para a vitória nessa área. Os pais precisam instruir os filhos e alertar-lhes sobre os perigos do álcool. Prov. 23:20

Afeto
Abraços, beijos, palavras de elogio e incentivo nunca são demais numa relação familiar. Essas atitudes são depósitos importantes que estamos efetuando na Conta Bancária Emocional dos nossos filhos.

Participação
Pais que valorizam a participação dos filhos nas decisões estão orientando-os  na importância de se livrarem contra as drogas. Atitude como essa faz com que os filhos sintam que são valorizados em suas opiniões e pontos de vista.

Limites
"Ser pai/mãe não significa ser popular e ceder aos caprichos e vontades dos filhos´. Filhos criados com limites são filhos felizes e realizados. Prov. 19:20

Acidentes de percurso Caso aconteça,  de um filho ser iludido por uma pessoa fora do propósito de Deus, levando-o a uma experiência com drogas, o cuidado dos pais e a responsabilidade com o filho/filha envolvido, é ainda maior. O remédio é muita oração, atenção e carinho, e firmeza..
Reações:
Categories: